Sinistros

O que fazer em caso de Acidente?

O correto preenchimento da Declaração Amigável de Acidente Automóvel (DAAA) é imprescindível para a celeridade da resolução do processo de sinistro, por isso deverá certificar-se de que se encontram declarados todos os elementos necessários.

  • Vista de imediato o colete reflector

  • Coloque o triângulo, de forma a assinalar devidamente o Acidente

  • Tome todas as medidas ao seu alcance para evitar ou limitar as consequências do acidente

  • Em caso de existência de feridos, chame de imediato o Serviço de Emergência Médica 112 e as Autoridades Policiais (PSP ou GNR)

  • Preencha a Declaração Amigável de Acidente Automóvel (DAAA)

  • Se possível, fotografe o acidente e os danos provocados

A DAAA apresenta 15 campos de preenchimento

Frente

1. Data do Acidente: qual data e hora do acidente;

2. Localização: o local (país e cidade) onde ocorreu o sinistro;

3. Feridos: registe a existência de feridos, graves ou ligeiros;

4. Danos Materiais: indique a existência de danos nos veículos e/ou objetos;

5. Testemunhas: registe os dados completos das testemunhas do sinistro: nomes, moradas, telefones e e-mails. Se não tiver testemunhas, indique-o na declaração;

6. Segurado/Tomador de Seguro: qual o segurado/tomador de seguro (confirme no documento de seguro) e contactos: morada, telefone, e-mail e NIF;

7. Veículo: indique marca, modelo, número e país de matrícula do seu veículo, assim como do reboque, se for o caso;

8. Companhia de Seguros: quais as seguradoras, número de apólice da Carta Verde e sua validade, assim como a informação relativa à agência, seu representante ou corretor;

9. Condutor: preencha o nome, morada, número da carta de condução, telefone e e-mail;

10. Ponto de embate inicial: seja minucioso ao indicar o ponto de embate inicial, pois caso os danos não sejam conclusivos para apurar a responsabilidade após a imobilização do veículo, esta informação poderá ser relevante;

11. Danos Visíveis: assinale os danos visíveis causados pelo sinistro;

12. Circunstâncias: registe todos os quadros aplicáveis à descrição do acidente (1 a 17);

13. Esquema do Acidente: faça o desenho de forma o mais fidedigna possível e que permita concluir como se deu o acidente e quais os responsáveis:

- Veículos intervenientes e danificados
- Outros objetos danificados
- Sentido da marcha dos veículos
- Traços contínuos ou tracejados/descontínuos
- Sinalização existente
- Local exacto onde se deu o acidente
- Local onde o(s) veículo(s) ficou(ficaram) imobilizado(s)

14. Observações: relate tudo o que considerar importante para a participação;

15. Assinatura dos condutores: a assinatura deverá corresponder à do respetivo documento de identificação e à que consta da proposta de seguro.

O NOSSO COMPROMISSO

Conduzir corretamente todas as participações de sinistros e o acompanhamento do processos de sinistro é um dos nossos maiores compromissos. Fazer valer os seus direitos e a aconselhá-lo na execução das suas obrigações. Por essa razão, escolhemos as seguradoras com que trabalhamos principalmente em função do nível técnico dos seguros, capacidade e rapidez a resolver sinistros.conattos

Contactos

  • Telefone: 249 311 161

  • Telem./Whatsapp: 916 301 121

  • Email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Siga-nos